Fique por dentro sobre tudo que acontece no mercado financeiro, no Brasil e no Mundo.
Cartilha de Segurança: Evitando golpes online

31 de agosto de 2019

Atacar ou fraudar dados de instituições de grande porte não é tarefa simples, por isso muitos malfeitores concentram seus esforços nos usuários, utilizando técnicas e discursos para persuadir e enganar as vítimas para que elas forneçam informações sensíveis ou executem ações mal intencionadas.

A maior parte dos golpes online aplicados podem ser considerados estelionatos, logo, crimes contra o patrimônio, transformando o golpista em um estelionatário.

Os principais golpes conhecidos são:
 

FURTO DE IDENTIDADE:
Onde o malfeitor se passa por outra pessoa para obter vantagens indevidas ou executar ações mal intencionadas.

Prevenção : Para evitar que o malfeitor se passe por você, é importante não se expor com muitas informações pessoais em sites e redes sociais, além de tomar cuidados para que sua senha não caia em posse de terceiros. Clique aqui para conhecer algumas dicas para proteger suas contas e senhas (link para a matéria da cartilha de contas e senhas).

PHISHING:
Também conhecido como phishing-scam, é a técnica que utiliza engenharia social para obter dados pessoais ou financeiros de um usuário. O phishing ocorre através de mensagens ou sites fraudulentos onde o golpista tenta se passar por uma instituição conhecida como banco ou empresa com site popular, também procuram atrair a atenção do usuário pela curiosidade, caridade ou possibilidade de obter alguma vantagem financeira. Muitas vezes informam que a não execução dos procedimentos solicitados podem acarretar sérias consequências, como inscrição em serviços de proteção de crédito, cancelamento de cadastro de conta bancária ou cartão de crédito.

Prevenção: Fique atento para as mensagens recebidas, questione caso entidades que você não tenha contato estejam enviando mensagens, desconfie de mensagens apelativas ou que o ameace com consequências punitivas, caso não faça o procedimento solicitado. Também deve-se estar atento para confirmar se o endereço do site que acessou ou e-mail que enviou a mensagem estão corretos.

Verifique se a página utiliza conexão segura (sites de comércio eletrônico e internet banking sempre utilizam conexões seguras para dados sensíveis). Por via das dúvidas, também vale a pena entrar em contato com a instituição para confirmar o envio.

PHARMING:
É um tipo de phishing mais elaborado que envolve o redirecionamento do acesso a um site oficial para sites falsos, nesse caso, através da alteração de DNS (Domain Name System), você digita o endereço de um site legítimo em seu navegador, e sem que perceba, é direcionado para uma página falsa e completamente similar à original. 
A alteração dos protocolos DNS que permitirão a execução deste golpe pode se dar pelo comprometimento do servidor que utiliza, também através de códigos maliciosos executados em seu computador (na maioria das vezes recebidos pela internet) ou por ação direta de um invasor (por acesso remoto ou fisicamente) que tenha acesso ao seu computador e modem.


Prevenção: Preste atenção se, ao digitar um site, o domínio será alterado automaticamente, tenha certeza da ação solicitada quando um site pedir para abrir um arquivo ou instalar um programa e desconfie imediatamente caso um site de comércio eletrônico ou Internet Banking não utilize conexão segura. Por via das dúvidas, desista de inserir dados pessoais ou sensíveis (como login e senha) se não tiver 100% de certeza e confiança que está em um ambiente oficial e seguro.

FRAUDE DE ANTECIPAÇÃO DE RECURSOS:
Nessa modalidade o golpista induz a pessoa a fornecer informações confidenciais ou realizar pagamentos adiantados para determinados serviços, prometendo futuramente receber algum benefício. Por meio de mensagens ou sites fraudulentos, a vítima é envolvida em uma história mirabolante, que prometa um grande benefício, mas com a condição de se efetuar um pagamento adiantado. Após transferir o valor, a pessoa percebe que não recebeu o benefício, que foi vítima de um golpe e que seus dados e dinheiro estão nas mãos de golpistas.

Prevenção: Além de seguir a risca o ditado “Quando a esmola é demais, o santo desconfia”, deve-se estar atento para os dados da empresa que oferece a oportunidade. Tome uma postura defensiva e questione-se porque justamente você foi escolhido e como chegaram até seu contato. Evite qualquer situação que precise fazer pagamento adiantado onde a empresa não seja conhecida e não tenha passado total segurança da situação.

BOATO (HOAX):
Popularizado nos dias atuais como “fake news”, um boato (ou hoax), é uma mensagem de conteúdo alarmante ou falso, que geralmente tem como remetente uma personalidade famosa, instituição ou empresa conhecida. Com uma leitura mais atenta, é possível identificar informações duvidosas e sem sentido, até tentativas de golpes como correntes ou pirâmides. 

Boatos que agucem a curiosidade da vítima podem conter códigos maliciosos e comprometer a credibilidade e reputação de pessoas ou entidades, além de aumentar a carga de servidores pelo fluxo elevado de procura à notícia alarmante, causando lentidão em sites e provedores.

Prevenção: Boatos costumam se propagar pela boa vontade, solidariedade ou má fé de quem os recebe, pela tendência das pessoas confiarem no remetente e não verificar a procedência e veracidade do conteúdo. Evite passar informações que não tenha total certeza e verifique a veracidade dos fatos e credibilidade do remetente antes de encaminhar uma informação adiante.

GOLPE DE COMÉRCIO ELETRÔNICO:
Sites fraudulentos se passam por lojas online para vender produtos que o cliente nunca receberá.

Prevenção: Adquira produtos apenas de sites conhecidos e que passem confiança. Antes de comprar em uma loja online, é importante ter acesso a experiência de outros usuários (sites confiáveis sempre disponibilizam um canal de comentários para que os clientes exponham suas opiniões). Desconfie caso não encontre opiniões de outros usuários e dados de endereço ou contatos da loja.

GOLPES ENVOLVENDO SITES DE COMPRAS COLETIVAS:
Assim como no golpe de comércio eletrônico citado acima, malfeitores criam sites não confiáveis para a venda de produtos de forma coletiva, sempre oferecendo alguma vantagem espetacular nunca vista. Além de comércio eletrônico e compras coletivas, essa modalidade de golpe também ataca no formato de sites de leilões.

Prevenção: Desconfie quando o benefício oferecido parece irreal e adquira produtos apenas de sites conhecidos e que passem confiança. Antes de comprar em uma loja online, é importante ter acesso a experiência de outros usuários (sites confiáveis sempre disponibilizam um canal de comentários para que os clientes exponham suas opiniões). Desconfie caso não encontre opiniões de outros usuários e dados de endereço e contato da loja.

« | »
← Voltar para a listagem de notícias