Faixa do topo de Notícias
Banner de Notícias
Fique por dentro sobre tudo que acontece no mercado financeiro, no Brasil e no Mundo.
Anatel recebe menos reclamações de telecom
Anatel recebe menos reclamações de telecom

5 de dezembro de 2016

O número de reclamações de usuários contra serviços de telecomunicações vem caindo sucessivamente ao longo dos últimos meses, conforme indica um levantamento da Anatel divulgado nesta quarta, 30/11. Entre janeiro e outubro foram 3,30 milhões de queixas, contra 3,41 milhões do mesmo período do ano passado. Nesse ritmo, o ano deve terminar abaixo das 4,08 milhões registradas em 2015.

 

Para a superintendente de Relações com os Consumidores da agência, Elisa Leonel, o recuo de 3,4% no total de queixas na comparação com 2015 é reflexo da atuação da Anatel. “É no relacionamento com o consumidor que estão os principais pontos a serem melhorados. Por isso, a Anatel tem voltado seus esforços e ações de fiscalização justamente à transparência da oferta dos serviços e à correta informação ao consumidor”.

 

Mas é certo que um mercado menor também ajuda. No agregado, o setor vem perdendo acessos em serviço desde o ano passado e em 2016 o resultado líquido das perdas já ultrapassa os 9 milhões – para um mercado total de aproximadamente 338 milhões de acessos ao final do terceiro trimestre (número que era de 372 milhões ao fim de 2014).

 

E mesmo o principal serviço, a telefonia móvel, que sangrou mais de 9% no acumulado de 2016, teve mais queixas registradas – a alta foi de 3,4%. As principais reclamações dos consumidores foram por cobrança indevida em linhas pós-pagas.

 

A maior redução nas queixas ocorreu na TV por assinatura, com queda de 11,5%,; seguida pela banda larga fixa com redução de 8,4% (único serviço com ampliação da base no acumulado do ano); e telefonia fixa que apresentou queda de 7,7% nas reclamações.

 

Na telefonia móvel, a Tim apresentou maior aumento relativo nas reclamações, crescimento de 17,9%, de janeiro a outubro de 2016 em comparação com o mesmo período do ano passado, seguida pela Vivo com 4,9%. As demais operadoras apresentaram redução: Claro menos 6,7%, Nextel menos 4,4% e Oi menos 4,2%.

 

Na TV por assinatura, somente as reclamações contra a Sky caíram, menos 32,6%. Nas outras houve aumento, sendo o maior de 71,9% registrado na Vivo, seguida pelo Grupo NET/Claro com 15,8% e Oi com 8,4%. Na banda larga fixa, a Vivo apresentou aumento de 30,2% nas reclamações e a Oi queda de menos 14,2 e Net/Claro redução de 13,3%. Na telefonia fixa, a Net/Claro reduziu em 17,8% as reclamações, seguida pela Oi com menos 9,3%. No entanto, a Vivo apresentou aumento de 32,2% de janeiro a outubro de 2016 em comparação com o mesmo período de 2015.

 

Fonte: Convergência Digital com informações da Anatel

« | »
← Voltar para a listagem de notícias
Alerta contra Fraudes
Atenção: fraudadores se passam por funcionários de empresas respeitadas para efetuar golpes. Entre sempre em contato direto com a empresa antes de fechar um negócio. Na Credilink todos os consultores podem ser acionados pelo telefone 4007-1762.
Alerta contra Fraudes

AVISO IMPORTANTE - CORONAVÍRUS

Para preservar os nossos funcionários, os atendimentos estão funcionando apenas nos e-mails:

Suporte: suporte@credilink.com.br
Financeiro: financeiro@credilink.com.br
Pos-venda: posvenda@credilink.com.br

Os nossos telefones fixos estão temporariamente indísponíveis.

Salientamos que os nossos serviços continuam funcionando normalmente 24h por dia.