Faixa do topo de Notícias
Banner de Notícias
Fique por dentro sobre tudo que acontece no mercado financeiro, no Brasil e no Mundo.
5 dicas para se prevenir de fraudes na internet
5 dicas para se prevenir de fraudes na internet

11 de março de 2019

Com a internet, a comunicação digital se faz cada vez mais presente e necessária em nosso dia a dia. Assim, é possível encurtar distâncias, aproximar pessoas e facilitar processos, entre outros benefícios. Mas é importante ter atenção as ameaças, pois nesses ambientes também existe quem se aproveita dessas facilidades para colocar “armadilhas” e roubar dados para cometer outros crimes. Por isso, elencamos algumas dicas importantes para evitar fraudes na hora de comprar online:

1. Confira a URL do site que está navegando

Tenha atenção ao endereço do site que você acessa, pois existem casos onde Cybercriminosos conseguem posicionar páginas falsas nos primeiros resultados dos buscadores. Assim você pode navegar em uma página “pirata” achando que está em um site legítimo, colocando ali seus dados pessoais e até mesmo o número do cartão de crédito, os quais os malfeitores podem utilizar sem sua autorização ou vender serviços e produtos que não existem.

A boa notícia é que os principais buscadores também trabalham para combater essas práticas. Desta forma o “site pirata” é identificado e retirado rapidamente da base de consulta. Mas é sempre recomendável confirmar o endereço de navegação.

2. Atente-se aos assuntos e remetentes dos e-mails

Ao receber mensagens através do seu e-mail, confira o endereço do destinatário e não se deixe levar pelo nome de exibição ou pelos textos de assuntos muito apelativos ou impactantes, como promoções surreais e mensagens de origem duvidosa.

Por algum tempo, existia a prática de se enviar e-mails através de contatos existentes em sua própria agenda. Era comum vir no assunto: “Fotos” e ao clicar nos anexos você infectava seu computador, ou disparava aquele mesmo e-mail para outros contatos. Então, sempre que tiver dúvida, vale entrar em contato com a pessoa que lhe enviou a mensagem, preferencialmente através de outro canal de comunicação, e confirme se ela realmente te enviou o respectivo e-mail.

3. Cuidado ao compartilhar dados pessoais nas redes sociais

Uma simples foto compartilhada nas redes sociais de forma pública, se cair nas mãos de pessoas de índole duvidosa, pode ser utilizada contra você. A superexposição em redes sociais é também um risco para suas informações pessoais, por isso, tenha atenção. O registro da sua casa no mapa dos aplicativos e fotos viajando, podem indicar onde você mora e quando sua casa pode estar sozinha.

Mesmo que em fotos, nunca compartilhe número de documentos, data de nascimento, número de telefone, endereço residencial, número do cartão de crédito, entre outros dados. Além disso, avalie a possibilidade de alterar a privacidade das suas postagens e do seu perfil para “privado” onde só seus amigos, ou as pessoas que você autorizou, podem ver suas postagens.

4. Não abra ou baixe anexos de e-mails desconhecidos

É importante ter atenção ao fato de que bancos e instituições não enviam anexos importantes sem solicitação prévia do cliente. Desta forma, suspeite sempre que houver anexos indevidos. Se duvidoso, não hesite em ignorá-los e marca-los como Spam.

Lembre-se que e-mails corporativos costumam finalizar com o mesmo endereço do site da empresa, por exemplo: nome@empresa.com.br. Na dúvida, verifique se existe site da empresa digitando em seu navegador os caracteres depois do “@”. No caso do exemplo seria: empresa.com.br.

5. Atenção às promoções falsas

Desconfie das promoções absurdas. Já está constatado que “cibercriminosos” criam contas falsas em mídias sociais para se passar por empresas legítimas com o intuito de cometer crimes, seja roubando dados ou vendendo produtos e serviços que não existem. Esses malfeitores também chegam a realizar campanhas publicitárias com falsas promoções (malvertising), tanto nas mídias sociais, como em banners do próprio Google que ficam espalhados pela internet. Eles tentam fazer com que os usuários cliquem em um link para roubar seus dados em seguida.

Para combater esta prática, o Google lançou um guia para evitar essa prática, no qual também oferece recomendações para usuários e anunciantes. Confira no link: https://anti-malvertising.withgoogle.com/

Para manter os consumidores sempre seguros a Credilink desenvolveu a plataforma: Consumidor Seguro, que lhe informa periodicamente quando há consultas ao seu CPF em nosso banco de dados. Assim você poderá ficar atento à solicitações de crédito, entre outras ações.

Texto: Credilink

« | »
← Voltar para a listagem de notícias
Alerta contra Fraudes
Atenção: fraudadores se passam por funcionários de empresas respeitadas para efetuar golpes. Entre sempre em contato direto com a empresa antes de fechar um negócio. Na Credilink todos os consultores podem ser acionados pelo telefone 4007-1762.
Alerta contra Fraudes

AVISO IMPORTANTE - CORONAVÍRUS

Para preservar os nossos funcionários, os atendimentos estão funcionando apenas nos e-mails:

Suporte: suporte@credilink.com.br
Financeiro: financeiro@credilink.com.br
Pos-venda: posvenda@credilink.com.br

Os nossos telefones fixos estão temporariamente indísponíveis.

Salientamos que os nossos serviços continuam funcionando normalmente 24h por dia.