Cred News


OS IMPACTOS NAS EMPRESAS DE CONSIGNADO PELA MEDIDA PROVISÓRIA 1.106/22

OS IMPACTOS NAS EMPRESAS DE CONSIGNADO PELA MEDIDA PROVISÓRIA 1.106/22


Nova regra visa atingir 52 milhões de pessoas, e injetar R$ 77 bi na economia.

No último dia 17 de março, através da Medida Provisória 1.106/22, o Governo Federal instituiu o aumento da margem do empréstimo consignado para aposentados e pensionistas do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social).

Essa medida foi adotada em 2021, através da lei Nº 14.131/21, que vigorou até janeiro de 2022. E teve como objetivo auxiliar pessoas que precisaram de crédito durante a pandemia. Na prática, ela possibilitou um aumento de 5% na margem do empréstimo consignado ao longo de 2021. O foco da medida a época eram servidores públicos, militares das Forças Armadas e aposentados e pensionistas do INSS.

Na nova medida provisória, que inclui também pessoas que recebem Benefício de Prestação Continuada (BPC) e Auxílio Brasil, o porcentual máximo de consignação será de 40%. A medida também define que 5% da nova margem consignável poderão ser destinados para saque ou amortização de despesas do cartão de crédito, um percentual já previsto e que seguirá o mesmo. O restante (35%) é para o empréstimo pessoal com crédito em conta.

Segundo as estimativas da instituição, a medida vai atingir 52 milhões de pessoas, incluindo os cerca de 30,5 milhões de aposentados e pensionistas do INSS, os 4,8 milhões de beneficiários do BPC e os 17,5 milhões beneficiários do programa Auxílio Brasil. e injetar R$ 77 bi na economia.

COMO ISSO AFETA SUA EMPRESA?

A atitude é favorável ao mercado de empréstimo consignado, gerando aumento de demanda e novas possibilidades de negócios. Por outro lado, o número recorde de endividamento das famílias em 2021 faz com que muitas empresas estejam receosas em ampliar os negócios com esse movimento. E nesse sentido, são necessárias ferramentas ágeis e assertivas para os vários processos de trabalho. Da captação de leads, aperfeiçoando o funil de vendas, aos tramites de “Conheça seu Cliente”, evitando fraudes e golpes.

A nova determinação vem em um momento importante, em que a economia busca aumentar seu aquecimento. Esse incremento financeiro no mercado só vem a colaborar com essa movimentação. Mas é de suma importância que as empresas estejam prontas para esse novo panorama, aproveitando esta oportunidade da melhor forma, evitando prejuízos financeiros e perda de credibilidade.”, ressalta o Diretor Comercial da Credilink, Rafael Melo.

Preencha o formulário e receba orientação dos especialistas da Credilink, sobre as ferramentas necessárias para aproveitar a oportunidade de negócios que Medida Provisória 1.106/22 pode oferecer, blindando sua empresa de possíveis fraudes.